Maranhão coloca em dúvida aliança com Cartaxo e PMDB decide por candidatura própria em 2018

pmdb-reuniao-marçoTerminou após quase quarto horas às portas fechadas, a reunião da executiva do PMDB da Paraíba. Ao fim do encontro, o presidente da legenda, senador José Maranhão anunciou que o PMDB terá candidatura própria ao Governo do Estado no próximo pleito de 2018. Todos os peemedebistas com mandato participaram da reunião.

Leia também: Em reunião do PMDB, Lira prega paz e adianta voto em Maranhão para disputa ao Governo

Amaral sugere que diretórios “sejam ouvidos” para decidir por apoio ou oposição do PMDB ao Governo

O peemedebista também colocou em dúvida a manutenção da aliança do partido com o PSD, do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, firmada nas eleições de 2016. “Eu acho que a aliança com Cartaxo vai continuar enquanto fora possível, é evidente. O PMDB não tem uma aliança formal com quem quer que seja.”, disse.

Sobre a candidatura própria do PMDB a governador, Maranhão disse que seu nome está à disposição. O nome do senador foi defendido por quase todos os políticos que participaram da reunião nesta segunda-feira.

“Eu sou um homem de luta, não estou reivindicando isso como imposição. Vamos coloco meu nome à disposição”, declarou Maranhão.

Ele ainda falou do rompimento que teve com o governador Ricardo Coutinho em 2016, mas não deixou claro se os impasses na legenda em que políticos defendem o apoio ao Governo e os que fazem oposição foi debatido na reunião. “Ricardo Coutinho quis imposições que a gente não pôde aceitar”.

Blog do Gordinho



Comentários