Índios participam de audiência pública na ALPB e protestam contra PEC 215

c43df180-84be-4669-885c-edf5f57bbd96Mais de 200 índios das tribos potiguara e tabajara participam, às 15h desta quinta-feira (3), de uma audiência pública na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), no centro de João Pessoa. Segundo o líder potiguara, José Ciríaco, conhecido por capitão Potiguara, a propositura da audiência é da Presidente da Frente Parlamentar Ambientalista da Assembleia Legislativa, Deputada Estela Bezerra (PSB), com o intuito de discutir a PEC 215 e seus efeitos para os Povos Indígenas, Quilombolas e Ribeirinhos.

De acordo com capitão Potiguara, da Baia da Traição, os índios protestam contra a Emenda á Constituição (PEC) 215, tramita na Câmara Federal.  A Comissão Nacional de Política Indigenista (CNPI) manifesta oposição à PEC 215/2000 que está tramitando na Câmara dos Deputados. Essa proposta representa grave ameaça à estabilidade institucional da sociedade brasileira e aos direitos indígenas. A PEC 215 é reconhecidamente inconstitucional e, se aprovada, levará a uma situação de instabilidade social.

Ciríaco disse que caravanas de índios das cidades de Baia da Traição, Marcação e Rio Rio Tinto participam da audiência pública. Os índios potiguaras vão realizar a dança do Toré, feita em homenagem a divindade Tupã. “É um ritual sagrado para nós, simboliza para o nosso povo a luta ou guerra”, explicou.

O cacique geral das tribos potiguara, Sandro Gomes também confirmou presença na audiência pública.

 

Da redação, Chico Soares