Efraim apoia impeachment, quer saída de Cunha e novas eleições

Efraim-FilhoO pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), foi acolhido na Câmara dos Deputados.  O documento foi protocolado por juristas e por Hélio Bicudo, um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores. Esse fato aumenta a temperatura política em Brasília, que foi sacudida com as últimas prisões da Operação Lava-Jato da Polícia Federal, com destaque para a prisão do senador Delcídio Amaral (PT-MS), até então líder do Governo Dilma no Senado.

O pedido de impeachment da presidente Dilma provocou várias reações no Congresso Nacional. O deputado federal Efraim Filho (DEM-PB), vice-líder do partido na Câmara, defende abertamente o afastamento da presidente do cargo e dispara: ” A casa caiu. Foi anunciada hoje a abertura do processo de impeachment. Pedaladas fiscais, farra com dinheiro público, campanha financiada com dinheiro da corrupção do Petrolão,” disse Efraim. O deputado defende também novas eleições para o cargo de presidente da República e a saída de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara dos Deputados.

Sobre a crise política e de governabilidade do país, o parlamentar paraibano emendou: “O Governo é ilegítimo. Perdeu a capacidade de liderar o país. Para o Brasil, não há saída da crise com Dilma Rousseff no poder. Mais de 80% da população reprova o atual governo e apoia o afastamento dela,” finalizou Efraim Filho.

fonte: MaisPB