Auditores negam rombo na Previdência e sugerem ‘farsa’ do governo

Ato-públicoNa semana em que voltam com muita força as articulações do governo federal para fazer aprovar a Reforma da Previdência, a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip) vêm reforçando a campanha para desmentir o que chamam de farsa em relação ao ‘rombo’ nas contas da Previdência Social. Uma manifestação está sendo programada em todo o país para o dia 8 de março, data em que se comemora o Dia da Mulher. Eles alegam que grande parte do déficit é causado por isenções concedidas a empresários, além da Desvinculações de Recursos da União (DRU). Segundo a Anfip, o rombo de R$ 85,8 bilhões em 2015 divulgado pelo governo é fruto de uma manipulação de números.

Confira o que diz o vídeo:

Tramitação

A Comissão Especial da Reforma da Previdência, que analisa e discute o mérito da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287, fará três audiências públicas ao longo da semana. Na terça-feira (7), serão discutidas as aposentadorias de profissionais envolvidos em atividades de risco, como os policiais. Na quarta (8), será a vez dos professores e dos trabalhadores que atuam em atividades que prejudicam a saúde. Na quinta (9), a discussão será sobre as novas regras de aposentadoria para servidores públicos.

Da Redação com Suetoni Souto



Comentários