SEM PREJUÍZO PARA POPULAÇÃO: Novo matadouro de Rio Tinto aguarda MP e marchantes contam com caminhão frigorífico da prefeitura

A prefeitura de Rio Tinto comentou algumas notícias que saíram em portais paraibanos nessa quarta (09).

As notícias dão conta que o abatedouro municipal estaria interditado após 40 anos de existência. O prefeito Fernando Naia revelou que o matadouro nunca teve licença ambiental para funcionar, tendo operado de forma irregular há quatro décadas e que está interditado há mais de um ano. O que impede que a gestão consiga uma licença ambiental para o funcionamento do matadouro é que o mesmo foi construído próximo a um manancial e ao longo do tempo, residências foram construídas ao redor do local. A presença de casas a menos de 10 metros do matadouro desqualifica ele para o recebimento de uma licença.

O prefeito garante que a população aguarda a construção de um novo espaço, mas enquanto aguarda a gestão fez uma parceria com a prefeitura de Mamanguape: “Colocamos um caminhão frigorífico para transporte da carne e transporte para os marchantes”.

O projeto para um novo matadouro já foi apresentado ao Ministério Público e aguarda retorno. A prefeitura já encontrou um espaço adequado e está negociando a aquisição do espaço.

Confira abaixo o documento e a imagem do novo local:

Desde o mês de junho a questão do matadouro vem sendo abordada pela prefeitura e sendo esclarecida para a população riotintense. Confira no vídeo abaixo:

ExpressoPB

Matérias relacionadas

Comentários