Ministro do STF manda PF cumprir diligências em inquérito contra Veneziano

41cc3d_10ee11e1fc914e41b0698e0937088d34mv2Um dia após a Polícia Federal deflagrar a operação Deflexão, que teve como alvo o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Vital do Rêgo Filho, o Diário Oficial do Supremo Tribunal Federal (STF) publicou um despacho do ministro Gilmar Mendes que prorroga por 60 dias as investigações do inquérito 4.012 contra o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB). A ação é de autoria do Ministério Público Federal (MPF). A informação foi publicada pelo Blog do Gordinho.

De acordo com a tramitação processual, o ministro Gilmar Mendes remeteu as investigações para a Corregedoria-geral da Polícia Federal para a realização de diligências que ainda estão pendentes, no caso, a interrogação de Anna Thereza Chaves Loureiro, que viria a ser integrante, à época, da Comissão de Licitação da Prefeitura de Campina Grande.

O relator da ação já formulou pedidos ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e à Prefeitura de Campina Grande em busca de informações sobre as acusações que pesam contra o parlamentar paraibano.

Ontem, a Polícia Federal cumpriu mandados de buscas e apreensão em Brasília, João Pessoa e Campina Grande para dar seguimento às investigações da operação Lava Jato contra Vital do Rêgo Filho, irmão de Veneziano. O ex-senador é acusado de receber propina de empreiteiros para evitar a convocação deles na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, presidida por ele na época.

Blog Chico Soares



Comentários