Juarez diz que Câmara em Mamanguape precisa de renovação

João Laércio, Fábio Fernandes e Juarez Júnior

João Laércio, Fábio Fernandes e Juarez Júnior

Faltando três dias para o inicio das convenções, dia 20 de julho e encerramento em 5 de agosto, surge o nome do jovem Juarez Júnior, filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) do Presidente da República em exercício, Michel Temer, senadores José Maranhão e Raimundo Lira.

Juarez como é conhecido em Mamanguape, anunciou sua pré-candidatura nessas eleições de 2 de outubro a uma das 13 vagas para a Casa do senador Ruy Carneiro.

O peemedebista iniciou na política estudantil quando ainda era adolescente, também participou de várias campanhas na cidade sesquicentenária, ativista cultural, dedicado aos movimentos sociais, esportivos e das missões da igreja católica.

Ele tem conversado com o presidente do PMDB jovem na Paraíba, Diego Amarantes, um dos amigos incentivador da sua pré-campanha e que lhe orienta os caminhos a seguir ao lado do pré-candidato a prefeito Fábio Fernandes.

“De acordo com Juarez, o papel do vereador é legislar e fiscalizar as ações do Poder Executivo, poucos fazem isso. Ele ressaltou que o parlamentar precisa dialogar com o povo e instituições, para saber como conduzir as reivindicações e cobrar ações mais efetivas ao gestor municipal, independente de ser da bancada governista, o vereador é para representar o povo com coragem”, ressaltou.

O pré-candidato a vereador é amigo do senador José Maranhão e do padre Nilson, celebrante da “missa da Luz”, do santuário Mãe Rainha de João Pessoa.

Nos bastidores, surge boatos na cidade que as coligações para a chapa proporcional que apoiam o PMDB de Fábio Fernandes Fonseca, PSB da professora Maria Eunice e RS de Edileuza Cunha, devem lançar 120 pré-candidatos a vereador para apenas 13 vagas na Câmara, o chamado vestibular de quem tem votos.

Por Chico Soares



Comentários