Edilson deixa secretaria de Finanças da Prefeitura de Itapororoca depois de três anos

Um mistério para a classe política, na quinta-feira (31) de dezembro de 2015, Edilson Barbosa, um dos homens de confiança do prefeito de Itapororoca, Celso Morais (DEM), pediu demissão da Secretaria de Finanças do município e ninguém sabe quem será o seu substituto. Ocorrem boatos em toda a cidade, que Celso exonerou Edilson do cargo.

Fontes do governo “cidadania para todos” dizem que Edilson Barbosa há meses não estava se entendendo com o prefeito Celso Morais – o que motivou o pedido de renúncia, demissão – do ex-secretário de Finanças. Para as lideranças de oposição, a saída de Edilson do Governo Municipal deve-se a outros motivos que só o tempo dirá.

Por telefone, Edilson disse que já estava conversando sobre a sua saída com o prefeito Celso Morais. Ele disse que vai voltar a trabalhar em empresa privada em João Pessoa já a partir deste mês, um dos motivos de ter deixado a Secretaria de Finanças.

Celso Morais revelou que ainda não tem nomes para substituir Edilson Barbosa, tem que ser sempre um perfil técnico, o que a gente não pode é ficar parado, é andar pra trás.

Edilson também trabalhou no primeiro governo de Celso por um período curto de janeiro de 2009 a abril de 2010. Não dar para entender a saída dele depois três anos da gestão. Como diz um adágio popular: “porque Edilson deixou a Secretaria das Finanças”?

Circula boatos que os vereadores estão preparando um documento para convocar Edilson Barbosa para ir à Câmara Municipal, explicar os motivos de ter deixado o governo.

Diante a crise econômica que afeta os estados e municípios, o prefeito Celso Morais tem planos para deixar apenas as secretarias de Educação, Saúde e Finanças, disse uma fonte.

Da redação: Chico Soares