Vereador de Cuité de Mamanguape tem diploma cassado pela Justiça Eleitoral

Vereador Uilames do (PSD) foi cassado pela Justiça da 7ª Zona Eleitoral de Mamanguape

A juíza da 7ª Zona Eleitoral de Mamanguape, Elza Bezerra da Silva Pedrosa, julgou a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), impetrada pela coligação “A vontade do Povo”, que acusava o vereador de Cuité de Mamanguape, Uilames José Correia (PSD), pela prática de captação ilícita de sufrágio e abuso do poder econômico nas eleições municipais de 2016.

A juíza entendeu procedentes as denúncias apontadas pelo Ministério Público Eleitoral, e condenou o parlamentar à cassação do diploma, além de decretar sua inelegibilidade por 8 anos, a contar da data da eleição, além de multa no valor de R$ 30 mil reais.

“Em decorrência da cassação, declaro a sua inelegibilidade pelo prazo de 08 anos a contar da data da eleição, na forma do art. 1º, inciso I, alínea “J” da Lei complementar 64/90”, apontou na sentença a juíza Elza Bezerra Pedrosa. A decisão cabe recurso.

O caso:

De acordo com as alegações contidas no processo, vários eleitores do município de Cuité de Mamanguape, foram impedidos de votar no último pleito das eleições municipais por terem seus títulos eleitorais e demais documentos de identificação pessoal retidos pelo investigado.

Conforme as alegações de testemunhas, na véspera das eleições, o investigado teria comparecido à residência dos eleitores e oferecido dinheiro pelos votos destes. Na ocasião teria adiantado parte do pagamento em espécie ou nota de material de construção e, no mesmo momento, pego os títulos e documentos pessoais desses eleitores, prometendo devolver na tarde do dia seguinte com o restante do dinheiro, o que não aconteceu e, consequentemente, os eleitores ficaram sem poder votar e exercer a sua cidadania.

O primeiro suplente da coligação “Unidos Por Uma Nova Cuité I” é o vereador José Inaldo Brito da Silva do Democratas.

Felipe França



Comentários