TRAGÉDIA: Ex-prefeito atira e mata próprio filho por engano em cidade da PB

Uma tragédia foi registrada no município de Baraúnas, parte da Região Metropolitana de Barra de Santa Rosa, a 218 km de João Pessoa. O ex-prefeito da cidade, Adilson Azevedo, segundo relato de moradores, teria confundido o filho, também ex-prefeito, com um bandido e atirou achando que o “desconhecido” estivesse invadindo sua casa no fim da noite de ontem.

Comenta-se que uma panela no fogo na casa de Adilson teria provocado um princípio de incêndio enquanto ele dormia. O filho, ao ver as chamas, tentou arrombar a porta da casa para salvar o pai. O idoso acordou assustado com o barulho, pensou se tratar de um assalto e atirou, atingido o filho.

Adilson foi prefeito de Baraúna de 1998 a 2000 e de 2001 a 2004. Já Alyson exerceu a prefeitura de 2008 a 2016.

O tiro atingiu o lado direito do peito do ex-prefeito, que chegou a ser socorrido para o Hospital Regional de Picuí, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada na unidade hospitalar.

Alyson tinha 38 anos e era casado. Filho de família tradicional, herdou do pai o dom da política. Adilson, que também foi prefeito por vários mandatos, é considerado o maior líder político de Baraúna.

Bastidores da Política PB



Comentários