Quase 80% dos paraibanos não têm interesse em política, diz pesquisa

A pesquisa encomendada pelo “Correio da Paraíba” e realizada pela “Método Pesquisa e Consultoria”, publicada na edição de hoje do jornal impresso e antecipada ontem pelo Portal Correio, detectou que 78,8% dos paraibanos entrevistados revelaram ter pouco ou nenhum interesse por assuntos relacionados às eleições deste ano. O cientista Lúcio Flávio Vasconcelos, da UFPB, explicou ao próprio jornal que o resultado comprova o que está sendo observado nas últimas eleições, ou seja, o descrédito de políticos em virtude das denúncias de corrupção. “Isto tem abalado não só a credibilidade dos políticos como a confiança dos eleitores”, prognosticou Lúcio Flávio.

O levantamento aponta favoritismo do candidato do MDB, José Maranhão, com 32,7%, seguido por Lucélio Cartaxo, do PV, com 17,5%, João Azevêdo, do PSB, com 14,6%, Tárcio Teixeira, do PSOL, com 1,1% e Rama Dantas, do PSTU, com 0,4%. Os votos brancos e nulos somaram 18,1%, enquanto 15,6% dos entrevistados não sabem em quem votar ou não revelaram intenção de voto. “O desinteresse vem apenas crescendo e, sendo assim, acredito que o distanciamento entre a população e os políticos tende a aumentar ainda mais”, frisou Lúcio Flávio. O senador José Maranhão, ao comentar os percentuais, fez questão de valorizá-los. “Sou daqueles que reconhece a pesquisa como um instrumento de orientação para os candidatos e partidos. Nos dá muita satisfação pelos resultados porque sabemos que eles condizem com a realidade”, expressou Maranhão.

Lucélio Cartaxo preferiu reiterar que os números reproduzem apenas o momento e frisou a importância da caminhada pelo Estado. “Estamos atendendo à receptividade da população, fazendo uma campanha próxima ao povo. Temos muito chão pela frente”, preveniu. Tárcio Teixeira questionou a participação dos bairros e cidades no levantamento. “É importante conhecer os bairros e cidades da pesquisa para poder entender porque uma diferença tão grande entre os candidatos. Ao contrário de outros anos, aparecemos com mais presença do que em outros momentos”, salientou. Rama Dantas ponderou que a pesquisa revela desigualdade entre candidaturas. “Entramos nesse processo de forma desigual e pesquisas refletem um pouco essa desigualdade”, obtemperou. O candidato João Azevêdo, do PSB, não quis tecer comentários a respeito.

A administração do governador Ricardo Coutinho, do PSB, é aprovada por 55,3% dos paraibanos, de acordo com o levantamento da Método/Correio. Dos entrevistados, 21% consideram a gestão do socialista ótima e outros 34,3% boa. A avaliação negativa soma 13,7% (3,7% avaliam a gestão como ruim e 10% como péssima). A administração é considerada regular por 27,2% e 3,9% não souberam responder. A avaliação negativa soma 13,7% (3,7% avaliam-na como ruim e 10% como péssima).

 

Os Guedes



Comentários