Presidente do TCE quer salário de todo servidor exposto na Internet

09872732f6bc2de40b5cO conselheiro André Carlos Torres, novo presidente do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), defendeu hoje (6) que todos os gestores da coisa pública disponibilizem na Internet os salários de todos os servidores públicos.

Ele disse que a transparência deve alcançar todas as atividades e segmentos da administração pública, começando pelos gastos com pessoal. “Quem é servidor público é servidor do povo, que tem o direito de saber quanto gasta para manter a administração funcionando”, disse.

André Carlos Torres orientou dirigentes municipais e estaduais a não se limitarem, em matéria de transparência de gestão, aos dados da prestação de contas. Recomendou que os administradores atentem, sobretudo, para o que dispõe a Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011).

“Todo aquele que gerencia dinheiro público tem obrigação de prestar contas. Isto não significa apenas cumprir aquele dever formal, no papel. É necessário ir além, tornar público todos os atos e ações da gestão, mostrar seus resultados em benefício da população”, observou.

Expediente integral

Empossado na noite da sexta-feira (3), em solenidade no Centro Cultural Ariano Suassuna, em Jaguaribe, João Pessoa, André Carlos Torres decidiu no seu primeiro dia como presidente do TCE-PB restaurar o expediente integral do órgão.

A partir do próximo dia 13, o Tribunal vai funcionar das 8 às 18h, de segunda à quinta-feira, e das 7h às 13h na sexta-feira. “O atendimento ao público, enquanto isso, ocorrerá das 12 às 18h, de segunda à quinta-feira e na sexta-feira das 7h às 13”, informa nota distribuída hoje pelo TCE.

Blog Chico Soares



Comentários