No Encontro de Governadores do NE, RC critica ausência de ministro da Segurança: “Eu viria à força”

Eles debateram entre si problemática da região, que possui maior taxa de homicídios do país

O governador Ricardo Coutinho (PSB), durante o Encontro dos Governadores do Nordeste, que acontece no Piauí, nesta terça-feira (06), criticou a ausência do recém empossado ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, no evento que discutiu desafios e soluções para estabilização da segurança no país, principalmente na região, que possui mais de 50% dos homicídios registrados em todo o Brasil. Para Ricardo, o ministro deveria ter tido o compromisso de ouvir as demandas.

De acordo com o governador do Piauí, o ministro foi convidado na semana passada, após sua posse, mas declinou do convite, pois estaria “em cima da hora”.

“Nesse sentido, o ministro deve ter tido ou deve estar tendo hoje outras atribuições. Mas eu, sinceramente, jamais faltaria, poucos dias depois de ter tomado posse no cargo de primeiro ministro da Segurança Pública, a uma reunião de nove governadores na região que detêm mais de 50% do número de homicídios. Eu viria à força. Eu estaria aqui, para poder, inclusive, aprender e não para ter pedidos. Aqui não tem aquela história de pedidos. A gente faz o nosso dever de casa. Agora, efetivamente, nós queremos que os outros façam o dever de casa. Porque não dá para fazer o dever de casa dos outros e as discussões não evoluem dentro desse país em função disso”, declarou.

Ricardo ainda pontuou que a criação do Ministério da Segurança Pública não poderá ter sido motivada por interesses eleitorais. “Se criam factóides para influenciar na política. Eu quero que o Ministério da Segurança Pública seja um ministério permanente, para apresentar resultados a médio e longo prazo. Não podemos passar por este drama, que é um drama do povo brasileiro, em função de uma eleição, agora de outubro. Seria um erro terrível e seria uma falta de compromisso com as nossas instituições, entre elas, o próprio Exército Brasileiro”, afirmou.

Da Redação com Blog do Gordinho



Comentários