Ex-vereadora Maria Barbosa é homenageada na AL_PB com o diploma ‘Mulher Cidadã’

IMG_6905A ex-vereadora de Campina Grande, Maria Lopes Barbosa, mãe do deputado Ricardo Barbosa (PSB), atual  primeiro secretário da Mesa diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba,  foi homenageada,  nesta segunda-feira (13),  com a entrega do diploma “Mulher Cidadã – Anayde Beiriz”, numa iniciativa da deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) “pelos relevantes serviços prestados à cidade de Campina Grande”.

Foram 32 anos de exercício de vereança ao longo de sete mandatos conquistados – o último foi de 2001 a 2004. Ela foi, durante mais de vinte anos, a única mulher eleita para a Câmara Municipal de Campina Grande, embora houvesse outras candidatas. Também foi a primeira a presidir a Câmara Municipal. Durante o mandato do prefeito Félix Araújo (1992-1997), quando ele se afastou em missão oficial, Maria exerceu interinamente o cargo de prefeita, tornando-se, ainda que por poucos dias, a primeira mulher a exercer o comando da prefeitura.

“Professora de política” – Da tribuna da AL, Daniella reconheceu na homenageada sua “grande professora” na área política. “Você é uma das mulheres mais admiráveis que já conheci em toda minha vida. E hoje esta Assembleia tem a grande oportunidade de homenagear uma mulher do seu quilate. Você é inspiradora para que outras Marias surjam”, disse a deputada.

Ela lembrou a infância humilde de Maria na zona rural, e sua ida para a cidade, onde morou com uma tia e onde conheceu seu esposo, Manoel Barbosa. Em 1972, Maria inicia sua participação ativa na vida política quando se candidatou a uma vaga na Câmara Municipal de Campina Grande, no mesmo momento em que seu marido se candidatara a vice-prefeito na chapa em que o também vereador Nestor Alves Filho era o candidato a prefeito pelo MDB.

Maria se tornou uma líder reconhecida em toda a cidade “pela simpatia, pelo engajamento em favor dos mais pobres, pela atuação junto às causas também defendidas pelo seu esposo, pelo destemor em lutar pelos desvalidos e esquecidos pelo sistema. Era também uma mulher à frente do seu tempo, que não temia desafios. Pareceu natural, então, lançá-la como candidata a vereadora, para que sua vocação encontrasse o espaço institucional”, observa Daniella Ribeiro.

Vários depoimentos de familiares, amigos a admiradores de Maria foram gravados e repassados durante a sessão especial, iniciando com o do governador Ricardo Coutinho.

Reconhecimento de filho – O deputado Ricardo Barbosa, primeiro-secretário da Mesa Diretora da Assembleia e filho da homenageada, fez um discurso bastante emocionado, lembrando a história de Maria ao lado do marido, Manoel, e da sua trajetória pública. Lembrou que ela foi eleita por sete vezes consecutivas.

“Todos nós, seus filhos e netos, sentimos muito orgulho de seus exemplos e dignos feitos como mulher pública, dona de casa e mãe de família. Você é a conta mais exata do desejo e da capacidade de servir, e servir sem olhar a quem. Sua vida é uma multiplicação de dignidade ética”, destacou.

A homenageada – Também bastante emocionada, especialmente ao falar da falta que lhe faz o filho Ranieri e o marido Manoel, a ex-vereadora iniciou seu discurso agradecendo a homenagem, que considerou “uma dádiva”.

Lembrou sua atuação política ao lado do marido, que foi eleito vereador por duas vezes, e dos seus 32 anos de atuação na Câmara Municipal de Campina Grande. “Sempre nos pautamos pelo lema de fazer o bem sem olhar a quem”, pontuou.

“A maior lição que aprendi foi o amor, que se entende com compaixão, bondade, cumplicidade, com honestidade e que reconhece no outro suas necessidades e potencialidades”, acrescentou.

Ela encerrou o pronunciamento com um agradecimento ao filho deputado: “Quero falar sobre meu filho Ricardo Barbosa, “que é pródigo em respeito para com aqueles que desejam uma vida melhor, com os desafortunados da vida. Não se pode dizer que se ama a Deus sem amar ao próximo”.

Fonte: Redação e Assessoria da AL



Comentários