Escola de R$ 1 milhão vai atender estudantes da zona rural de Rio Tinto

Escola Municipal de Ensino Fundamental – José Firmino da Silva, será construída em Cravassú.

Prefeito visitou local da construção acompanhado de vereadores e lideranças.

“Escola Municipal de Ensino Fundamental – José Firmino da Silva”, assim ficará denominada a nova unidade de ensino que está sendo construída na comunidade de Cravassú, no interior de Rio Tinto.

A escolha do nome é uma decisão do prefeito Fernando Naia, após ouvir a comunidade local, que perdeu na semana passada o agricultor, José Firmino, filho da região e pai do ex-vereador “Isac de Cravassú”.

O prefeito assinou a ordem de serviço para o início da construção da escola no último dia 29 de outubro, na Praça de Cravassú. A solenidade contou com a presença de autoridades, servidores públicos, populares e familiares do homenageado.

A Escola, resultado de convênio firmado entre Prefeitura e Governo do Estado, vai receber investimentos de R$ 1.141.867,78 (um milhão, cento e quarenta e um mil, oitocentos e sessenta e sete reais e setenta e oito centavos). O prédio contará com seis salas de aulas, cozinha com cantina, banheiros para estudantes e funcionários, amplo corredor, espaço de recreio e acessibilidade.

O prefeito lembrou que os investimentos em educação para a zona rural são importantes, principalmente no combate ao multisseriadas. O gestor lembrou que, ao assumir o governo em 2017, identificou um problema preocupante nessas comunidades: salas com alunos de diferentes idades e níveis educacionais. “As classes multisseriadas trazem uma nova dificuldade para a atividade do docente”, destacou.

“Esse investimento vai combater essa problemática que encontramos ao assumir o governo, além de criarmos a oportunidade dos alunos do campo estudarem na sua própria região, evitando o deslocamento diário para o centro urbano”, considerou Fernando Naia.

“Por outro lado, resolvemos homenagear um grande homem deste lugar, que partiu recentemente. Quebramos a lógica e o costume que a classe política tinha de homenagear apenas famílias que fossem da classe política. A escola levará o nome de uma pessoa do seu próprio povo”, completou o prefeito.

PB Vale



Comentários