Amanda Lima se confirma como uma forte liderança na cidade “fabril”

Ela vem sendo cobiçada por várias lideranças e partidos políticos, para participar da formação da chapa majoritária nas eleições de 2020

A primeira vereadora do (PSB), mais votada em Rio Tinto, Amanda Lima saiu fortalecida nas eleições gerais do último domingo (7). Ela, seu noivo Txutxuca e outros amigos, apoiaram para Assembleia Legislativa, Trócolli Júnior (PODEMOS) e Wellington Roberto (PR), para a Câmara Federal. Os deputados receberam expressivas votações.

Nas eleições de 2016, Amanda Lima teve 1.022 votos, o que equivale a 6,84%. A parlamentar tem forte densidade eleitoral nas comunidades rurais e já começou a se articular nos bairros da cidade, na Vila Regina e Salema.

Apesar de não ter conseguido a reeleição para o sétimo mandato na Casa de Epitácio Pessoa, Trócolli obteve 1.072 votos, por meio de Amanda, sendo o terceiro deputado estadual mais votado de Rio Tinto. Já Wellington foi o quarto deputado federal mais votado, com 1.014 votos. Ambos tiveram ótimas votações no município.

O resultado das eleições viraram um ‘espelho’ para as lideranças que estão de olho em disputar a Prefeitura na cidade das palmeiras imperiais no pleito de 2020, e, ou – completar, a chapa do candidato a prefeito, como a vaga de vice.

Ela e Txutxuca, apoiaram o senador José Maranhão (MDB), que ficou em segundo lugar, como candidato ao governo Estado. Na cidade fabril.

A socialista já recebeu convite para se filiar no MDB, PR, PATRIOTA, DEM e outros partidos. Nos bastidores, se comenta que Amanda deve deixar o PSB em  2020.

Por Chico Soares e Napoleão Soares



Comentários