Aliados de Ricardo perdem nas principais cidades da PB

whatsapp-image-2016-10-02-at-20-17-49Os aliados do governador Ricardo Coutinho (PSB) ficaram de fora das festas da vitória nas cinco principais cidades da Paraíba. Apesar de bem avaliado nas pesquisas e figurar como principal padrinho político do Estado, o gestor socialista não conseguiu alavancar os aliados nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita, Patos e Bayeux. Em todas elas, ganhou mais espaço a articulação dos partidos adversários, a exemplo de PSD e PSDB. Para se ter uma ideia, na Região Metropolitana de João Pessoa, a única vitória foi registrada no Conde, onde Márcia Lucena (PSB) saiu vitoriosa das urnas.

E o pior: na maioria das cidades, a vitória dos adversários foi por grande margem de votos. É o caso, por exemplo, de João Pessoa e Campina Grande. Na primeira, o prefeito e candidato à reeleição, Luciano Cartaxo (PSD), saiu das urnas com 59,6% dos votos, contra 33,54% de Cida Ramos (PSB). A socialista, inclusive, contou com a participação de Coutinho na maioria das agendas políticas e, mesmo assim, não conseguiu decolar na campanha. Uma esperança para forçar o segundo turno era que os outros candidatos, Professor Charliton (PT) e Victor Hugo (Psol), pontuassem bem, o que não aconteceu.

Em Campina Grande, a situação foi ainda pior. O candidato apoiado pelo governador, Adriano Galdino (PSB), saiu das urnas com apenas 4,4% dos votos. O montante é ínfimo se comparado ao do prefeito reeleito Romero Rodrigues (PSDB), que venceu as eleições no primeiro turno com 62,8% dos votos. Situação não menos vexatória foi registrada em Santa Rita, terceira maior cidade do Estado, onde Dr. Emerson Pata (PSDB), mesmo brigando na Justiça para ter o registro aceito, conquistou 70% dos votos, contra 23% do socialista Zé Paulo (PSB). Panta teve o registro impugnado pelo TRE e recorreu para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em Patos, outro aliado do governador Ricardo Coutinho naufragou na tentativa de comandar a prefeitura. Nabor Wanderley (PMDB) recebeu o apoio do gestor, que chegou a indicar o vice na chapa, porém, foi derrotado pelo principal adversário, o deputado estadual Dinaldinho Wanderley (PSDB). O tucano conquistou 51% dos votos, contra 42% do peemedebista. Em Bayeux, quinta maior cidade do Estado, Berg Lima (PTN) saiu das urnas com 58,9% dos votos, contra 38% do Dr. Expedito (PSB), que tentava a reeleição para o cargo de prefeito.

Se o leque for ampliado para as dez maiores cidades do Estado, teremos vitória de aliados do governador eleito em Sousa, com Fábio Tyrone (PSB), que conquistou 52% dos votos. Ele venceu o atual prefeito, André Gadelha (PMDB). A outra é Sapé, onde Roberto Feliciano (PSB) também saiu das urnas com a vitória. Os aliados do governador foram derrotados ainda em Cabedelo, onde Leto Viana (PRP) foi reeleito; Cajazeiras, com a vitória de Zé Aldemir (PP), e Guarabira, onde Zenóbio Toscano (PSDB) conquistou a reeleição. O candidato do PSB na cidade, Josa da Padaria, conseguiu apenas 17% dos votos.

Prefeitos eleitos nas 10 principais cidades do Estado

1 João Pessoa: Luciano Cartaxo (PSD)
2 Campina Grande: Romero Rodrigues (PSDB)
3 Santa Rita: Dr. Emerson Panta (PSDB)
4 Patos: Dinaldinho (PSDB)
5 Bayeux: Berg Lima (PTN)
6 Sousa: Fábio Tyrone (PSB)
7 Cabedelo: Leto Viana (PRP)
8 Cajazeiras: Zé Aldemir (PP)
9 Guarabira: Zenóbio Toscano (PSDB)
10 Sapé Roberto Feliciano (PSB)

 



Comentários