TJPB julga pedido de anulação da eleição da Câmara de Itapororoca nesta terça

A possível anulação da eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de Itapororoca, realizada em 1ª de janeiro deste ano, deve ser julgada nesta terça-feira (1º), pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). O imbróglio teve início após o vereador Francisco Augusto Meireles, conhecido como Chico da Saelpa, se ausentar da votação , que terminou empatada em 5 a 5. Comente no fim da matéria.

Questionado sobre sua ausência na sessão do dia 1º de janeiro, Chico da Saelpa alegou ter sido coagido por homens desconhecidos e intimidado a entrar em um carro, que o levou para fora da cidade.

Com o empate, o vereador Jailson Fernandes foi declarado eleito presidente da Casa pelo critério de ser o parlamentar mais votado. Integrantes da chapa adversária, encabeçada pelo vereador Rodrigo, contestaram o resultado e disseram que o regimento prevê que o eleito deveria ser o vereador mais velho.

“Ele (Rodrigo) passou os quatro anos sem questionar o nosso regimento, agora vem dizer que o regimento é nulo”, disse Jaílson.

Já o vereador Rodrigo disse estar confiante na Justiça, que “deverá reverter a decisão da eleição da Câmara”. O parlamentar lembrou que em todas as Casas Legislativas o quesito adotado é o que prevê a eleição do candidato mais idoso. “Estamos procurando a Justiça para dirimir essa questão, mas confiantes na reversão do resultado”, arrematou.

Da Redação com Portal Correio

Comentários