Roberto Paulino dá pausa em campanha por falta de Fundo Partidário; veja quem recebeu

Ele não recebeu o Fundo Partidário da executiva nacional do MDB porque o dinheiro ficou destinado aos candidatos que têm mandato, atualmente.

Roberto Paulino (MDB) parou sua campanha por dois dias por falta de recursos (Foto: ClickPB)

O candidato a senador Roberto Paulino (MDB) parou sua campanha por dois dias, hoje (11) e amanhã (12), por falta de recursos. Ele não recebeu o Fundo Partidário da executiva nacional do MDB porque o dinheiro ficou destinado aos candidatos que têm mandato, atualmente.

Na Paraíba, nesse caso, ficam beneficiados o senador Zé Maranhão, que concorre para o Governo do Estado; os deputados estaduais Raniery Paulino e Jullys Roberto; o vereador de Campina Grande, Olímpio Oliveira; e a vice-prefeita de Jacaraú, Adriana Catolé. Esses quatro últimos disputando vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), sendo Jullys e Raniery pela reeleição.

Contudo, o candidato Raniery disse ao ClickPB que ainda não recebeu recursos do Fundo Partidário. “Do fundo partidário, para mim não chegou nada. Camila, minha principal concorrente, vai receber R$ 500 mil do PSDB porque é mulher. Olha que concorrência desleal”, disse ele.

Ele disse não querer criar expectativas sobre o recurso. “Eu desisti de acompanhar e de cobrar. Estou fazendo como na campanha: se achar que mereço, mande. Eu estou mais preocupado com quem não tem mandato.”

Ele falou sobre a situação de Roberto Paulino, candidato ao Senado. “Ele parou porque está sem recurso. Colocou crédito no celular e está fazendo umas ligações.”

Quem recebeu Fundo Partidário?

Segundo levantamento do ClickPB, Zé Maranhão, candidato a governador, recebeu R$ 2 milhões. Benjamin Maranhão, candidato à reeleição de deputado federal, recebeu R$ 1,5 milhão. Olímpio Oliveira foi beneficiado com R$ 90 mil. Jullys Roberto e Adriana Catolé ainda não possuem prestação de contas divulgada no site do TSE.

Click PB



Comentários