PT não rebate declarações de RC, pelo contrário, reafirma intenção de contar com o PSB no palanque de Lula

Partido não abre mão de ter espaço majoritária nem de ter RC como aliado

Apesar de todos os alardes que estão sendo criados em torno do PT e PSB, nessas últimas semanas na imprensa paraibana, o presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, Jackson Macêdo, ratificou na noite dessa segunda-feira (25), seu desejo em apoiar o candidato ao governo de  Ricardo Coutinho (PSB). Para o petista nem importa muito quem serão os partidos aliados, desde que haja diálogo sobre a participação de seu partido na chapa majoritária.

“Eu, particularmente, acho que a gente tem tudo pra construir essa aliança. Mas, o PT precisa ser respeitado pelo tamanho que ele é: é um dos maiores partido com tempo de televisão no guia eleitoral, tem três deputados estaduais, um federal, o presidente Lula despontando em todas as pesquisas, com larga vantagem aqui na Paraíba… Então, o PT precisa ter a devida atenção nessa composição de chapa. Eu acredito que o PT pode somar muito com o PSB”, destacou Jackson.

Entretanto, o PT-PB vai aguardar reunião para bater o martelo sobre o apoio a João Azevedo. “Temos um encontro de táticas eleitoral, que vai ocorrer no final de julho, para decidir qual o caminho iremos seguir. Agora, logicamente, que nossa preferência de diálogo é com o companheiro João Azevedo”, disse o petista.

Em relação ao PDT, Jackson ressaltou o apoio do partido ao PT, nos últimos anos.  “Nós temos uma relação nacional de dois partidos irmãos, o PT e o PDT. Aqui no estado temos uma boa convivência com o partido, o deputado federal Damião Feliciano, por exemplo, votou contra o impeachment da presidenta Dilma, contra as reformas que tirou os direitos dos trabalhadores. É um partido aliado”.

As declarações foram dadas durante o programa Frente a Frente, na TV Arapuan.

 

RPN Online



Comentários