“Poupança não é investimento”, diz especialista

Em entrevista ao jornalista Wallison Bezerra para a MaisTV, canal de vídeo do Portal MaisPB, o professor universitário e assessor de investimentos, Rodrigo Leone, orientou os internautas sobre planejamento financeiro e investimentos de suas economias para 2020.

Em início de ano onde ainda pairam dúvidas, incertezas e com a chegada das contas ele disse que é necessário tratar o dinheiro com inteligência, consumir de forma irresponsável porque “depois a fatura vem”.

“Usar o dinheiro responsável já é um grande passo para poupar e sobrar. Quando sobra aí você vai começar a investir”, destacou.

Para não passar por apertos com as contas no começo do ano, ele sugere planejamento para depois poder arcar com as obrigações.

“Tem que pensar no ano seguinte. Não e uma surpresa que vai acontecer. Tem que está preparado”, destacou.

Para isso, segundo ele, é preciso que não se deixe levar pelos impulsos, e pensar as finanças em curto, médio e longo prazo e gastar de forma equilibrada sem precisar ser “avarento”.

Ainda de acordo com o professor, é preciso também algumas observações na hora de investir dinheiro. Para ele, o poupador tem que entender que bancos e poupanças hoje não são lugares para investimentos.

“Está acontecendo um movimento no Brasil de entender que poupança não é investimento. Banco comercial não é lugar para você ficar investindo e tem uma migração para investimentos em corretoras onde você tem produtos mais legais para cada perfil de investimentos”, destacou.

Veja entrevista na íntegra 

 

MaisPB



Comentários