Neto Belino sobre o governo Eunice: “Faço uma oposição responsável e ficarei defendendo o povo”

Vereador Neto Belino (PTB). Foto: Napoleão Soares

Vereador e líder das oposições na Casa de Ruy Carneiro, em Mamanguape, Neto Belino (PTB), participou na manhã desta segunda-feira (26), de uma entrevista exclusiva e reveladora na Rádio Litoral FM, (104.9). O programa tem uma bancada eclética, com vários colaboradores, se destaca no horário e tem a apresentação dos radialistas Marcos Moura, Gerailton Santos, Aristelson Silva, com participação especial do “ombudsman” Napoleão Soares.

Questionado sobre os rumores que ele e alguns colegas que integram as oposições, iriam aderir a gestão socialista, da prefeita Maria Eunice, o parlamentar foi enfático e disse: “responderei por mim e digo que ficarei onde sempre estive. Faço uma oposição responsável e minha obrigação é defender o povo de Mamanguape”. Sem guardar segredos, Belino ressaltou que foi convidado por pessoas do governo para fazer parte da gestão, contudo, não aceitou.

O petebista declarou ainda que muitos ‘girassóis’ da cidade centenária, estão eufóricos com o resultado das urnas nas eleições de outubro e já cantam vitórias antes do tempo, porém, eleições municipais é outra realidade e tudo pode acontecer. “Eu lamento muito a falta de união das oposições no último pleito, foi um erro de estratégia gigante, entretanto, acredito em unificação num futuro breve. Se as pessoas analisarem o site do TRE, vão observar que as votações de todos candidatos apoiados pelas oposições, ultrapassam o candidato da atual gestora”, frisou o vereador.

Sobre o seu futuro no PTB 

“Mesmo não tendo votado em Wilson Santiago, nem em Wilson Filho, tenho um carinho enorme por ambos, sempre me trataram muito bem, me acolheram e me deram autonomia no partido. Chegou um momento que houve uma pressão local, para que seguisse outro caminho, e foi entendido de forma pacífica pela cúpula do partido. Permaneço filiado e o tempo vai dizer, se estaremos ou não no PTB”, enfatizou o edil.

Oposições em Mamanguape

Dando uma olhada no mapa eleitoral de 2018 e uma constatação: as oposições Mamanguapenses precisam juntar os ‘cacos’, fazer um planejamento para o futuro, se unir de verdade e como diz Neto Belino, montar um exército nas redes sociais, já que a internet foi decisiva nas eleições 2018 e será ainda mais em 2020. Quem viver, verá!

Por: Napoleão Soares

 



Comentários