Governo da PB cria guarda militar para segurança em unidades prisionais

O Governo da Paraíba publicou no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (17) uma medida provisória que cria a Guarda Militar Temporária (GMT), órgão destinado à, em caráter experimental, realizar policiamento ostensivo de segurança externa em estabelecimentos penais e socioeducativos do estado.

De acordo com o texto da MP, a GMT também pode, excepcionalmente, realizar o policiamento ostensivo de segurança em atividades especiais ou extraordinárias de interesse público no âmbito exclusivo da PMPB.

O texto prevê abertura de no máximo uma vaga de GMT para cada cinco integrantes do efetivo da PM, que será preenchida a partir de processo seletivo. Os contratos vão ter duração máxima de dois anos, podendo ser prorrogada por mais dois anos, e o grupo vai ter “política salarial distinta dos demais integrantes da Corporação”.

O perfil exigido para compor o quadro prevê que os candidatos sejam brasileiros, homens, estar em dia com as obrigações eleitorais, ter ensino médio e completar no máximo 30 anos no ano de seleção. A seleção vai ter exames de saúde, psicológico, social, de aptidão física e estágio de capacitação.

Da Redação com G1 PB

Comentários