Deputada Camila Toscano conta que Ricardo paga de republicano, mas persegue prefeitos que não são de sua base

Em entrevista ao programa Bastidores da Política na TV, a deputada estadual Camila Toscano (PSDB) criticou a forma de governar de Ricardo Coutinho (PSB) e disse que ele paga de republicano, mas persegue os prefeitos que não são seus aliados políticos.

De acordo com a deputada, em Guarabira, depois que seu pai, Zenóbio Toscano, optou por seguir com Cássio, o governador cortou convênios que tinha com a cidade.

“Zenobio , em 2014, firmou um convênio com o governador e ele assinou a ordem de serviço para fazer a reforma do mercado de Guarabira. Ele fez uma festa com a imprensa e tudo, até por que o prefeito Zenóbio até então era o seu aliado. Depois que o prefeito, honrando seu pensamento, ficou com o senador Cássio, o governador esqueceu o convênio, disse que não tinha dinheiro e que não iria passar dinheiro para Guarabira”, contou Camila.

A deputada afirmou que esse não é um fato isolado e acontece com todos os prefeitos que não são da base de Ricardo. Camila continuou dizendo que essa forma de governar está saturada, porque o governo deve servir a toda Paraíba. “As pessoas não querem mais isso. Essa forma de governar está com os dias contados”, anunciou.

UNIDADE DAS OPOSIÇÕES

Outro ponto também comentado pela deputada foi a unidade das oposições e a escolha do PSDB de apoiar Lucélio Cartaxo (PV) para o governo do Estado. Segundo Camila, o partido optou pela candidatura de Lucélio, porque percebeu que era uma forma de conseguir uma união maior das oposições.

“Infelizmente, o MDB não agiu dessa forma. O senador Maranhão impôs a candidatura dele. Disse que tinha que ser ele o candidato e se os partidos quisessem poderiam apoiá-lo, aí o PSDB entendeu que não é dessa forma que se faz política”, finalizou explicando o motivo da escolha.

Para acessar a entrevista completa clique aqui.

 

Redação Bastidores da Política



Comentários