Cavalgada da Integração das cidades de Itapororoca (PB) e Macaparana (PE) reúne cavaleiros que vão percorrer 128 km em três dias

IMG_0522A Cavalgada da Integração entre os municípios de Itapororoca (PB) e Macaparana (PE) teve início nesta sexta (19) e a chegada será ao domingo (21). Em sua 13ª edição, o evento já se tornou uma tradição da “Família Morais” e – amigos dos dois estados, segundo o precursor, Domingos Sávio.

Os cavaleiros terão de fazer um percurso de mais de 120 km durante os três dias, passar por localidades do interior paraibano e pernambucano, que reúne história, cultura popular,  lugares com visual verdes de arrepiar e as riquezas da natureza, revelou o agrônomo José Inácio Morais.

Sávio, disse que a tradicional cavalgada saiu às 7h do casarão da Fazenda Bela Vista, na comunidade rural de Ipioca de Cima, município de Itapororoca. O primeiro bate sela, aconteceu às 10h na Fazenda Jabuticaba, às margens do Rio Mamanguape, propriedade de José Inácio.

O segundo bate sela, os cavaleiros foram recepcionados pelo produtor de cana de açúcar, Walter Filho, na Fazenda Bonita, município de Cuité de Mamanguape, por volta, das 12h30. Eles saborearam de um churrasco arregrado de muito forró pé de serra, disse a organização do evento.

Já o terceiro bate sela, teve como local a Fazenda Umari, do empresário Adailton do Açúcar Ouro Bom. Os cavaleiros vão pernoitar e nas primeiras horas da manhã deste sábado, seguem para Salgado de São Félix.

O médico e ex-prefeito da cidade de Salgado de São Félix, Adário Almeida recepcionará os cavaleiros no quarto bate sela, na Fazenda Santa Cruz, com comidas típicas, churrasco e muito animação de forró pé de serra.

A chegada ao domingo, do quinto e último bate sela, será no engenho Macapazinho, onde nasceram os irmãos Domingos Sávio e José Inácio Morais. Lá, as esposas dos cavaleiros participantes, filhos, genros, noras e netos farão parte da festa da integração família-amigos da 13ª cavalgada.

História

A tradicional Cavalgada da Integração começou em 2005, o empresário Domingo Sávio se reuniu com José Inácio Morais, Celso Morais e amigos amantes do esporte, para cavalgar entre as cidades de Itapororoca e Macaparana, curtir o verde e a natureza, além de integrar as famílias.

A cada ano participam da cavalgada, empresários, executivos, médicos, advogados, engenheiros, servidores públicos federais e estaduais, agropecuaristas, prefeitos, deputados, além de outros profissionais liberais.

Por Chico Soares

 

Comentários