Cássio se dispõe a ficar de fora das eleições de 2018 para que Romero seja candidato ao Governo do Estado

A disputa pela indicação das oposições entre os prefeitos Romero Rodrigues (PSDB) e Luciano Cartaxo (PSD) para ser o candidato do grupo ao Governo do Estado em 2018 pode ter sérios desdobramentos para o PSDB paraibano. Nesta segunda-feira (31), o senador Cássio Cunha Lima admitiu que pode ficar de fora do processo eleitoral, no qual buscaria a reeleição, para dar espaço ao gestor campinense e viabilizar a união do grupo.

Em entrevista a Rádio Correio FM, Cássio lembrou que serão realizadas conversas no partido em busca do consenso, mas ressaltou não ter problemas em abdicar da participação no pleito. “Se for preciso eu não disputar a eleição… Já tenho 30 anos de mandato, uma folha de serviços prestados a Campina Grande e à Paraíba da qual muito me orgulho, mas posso simplesmente não disputar uma eleição e momentaneamente suspender minha atividade na vida pública para que o PSDB e Campina Grande tenham a candidatura de Romero”, disse o parlamentar.

O tucano, que já governou o estado duas vezes, garantiu que a decisão não o incomodaria e justificou a necessidade de manter o grupo atual unido. “Digo de coração aberto, de forma franca, com muito pé no chão, de que precisamos fazer alianças. É importante que as oposições estejam unidas e, para construir essa unidade das oposições, eu não serei obstáculo”, sustentou. O senador ainda teceu elogios ao prefeito tucano e avaliou que a gestão do aliado tem sido exitosa para a cidade de Campina Grande mesmo diante da crise política e econômica do país.

Para Cássio, apenas não é possível que o PSDB ocupe os principais espaços na composição das chapas por uma questão estratégica. “Não é que tenha impedimento de caráter legal ou político, mas geopoliticamente hoje não tem nenhum partido que tenha hegemonia para vencer as eleições de forma isolada. As alianças e coligações são necessárias. O prefeito Romero Rodrigues desponta com muita justiça como um nome forte para a disputa ao governo do estado. Vamos fazer essas conversas no partido”, salientou.

As definições do PSDB paraibano devem ficar para depois da convenção nacional da legenda que ainda não tem data marcada para acontecer.

Da Redação com Blog do Gordinho

Comentários