Café e coração: estudos recentes apontam benefícios

Estudos recentes geralmente não encontraram conexão entre o café e um risco aumentado de doença cardíaca. Na verdade, alguns estudos encontraram uma associação entre o consumo de café e a diminuição da mortalidade geral e, possivelmente, a mortalidade cardiovascular.

Por que a reversão aparente no pensamento sobre o café? Estudos anteriores nem sempre levaram em conta que os comportamentos conhecidos de alto risco, como o tabagismo e a inatividade física, tenderam a ser mais comuns entre os bebedores de café pesados.

Estudos demonstraram que o café pode ter benefícios para a saúde, incluindo proteção contra a doença de Parkinson, diabetes tipo 2 e doença hepática, incluindo câncer de fígado. O café também parece melhorar a função cognitiva e diminuir o risco de depressão.

No entanto, a pesquisa parece suportar alguns riscos. O alto consumo de café não filtrado (cozido ou espresso) tem sido associado a elevações leves nos níveis de colesterol.

Fonte: Mayo Clinic

Por Dr. Valério Vasconcelos


DR VALERIO VASCONCELOS COLUNISTAIdealizador do Dia Estadual da Saúde do Coração Lei 8.636 de 18/08/2008. Professor de Cardiologia na Faculdade de Medicina Nova Esperança, João Pessoa – PB. Diretor do Centro de Referência em Atenção à Saúde da Universidade Federal da Paraíba (CRAS/UFPB). Médico pesquisador do Centro de Biotecnologia da UFPB. Jornalista Registro Profissional 3.520.

Comentários