Bolsonaro promete “revigorar democracia” e livrar o Brasil da corrupção e da submissão ideológica

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, chega ao Congresso Nacional para a solenidade de posse.

Em seu primeiro discurso após ser empossado no Congresso Nacional, o presidente Jair Bolsonaro defendeu um pacto entre a sociedade e os três poderes para a reconstrução do Brasil. O ex-capitão do Exército declarou que vai “defender e revigorar” a democracia, romper com “práticas que se mostraram nefastas” e livrar o Brasil da corrupção e da submissão ideológica.

Em um pronunciamento de dez minutos dirigido ao Parlamento, o novo presidente disse que é preciso criar um “círculo virtuoso” para a economia, que traga a confiança necessária para a abertura do mercado para o comércio internacional e estimule a competição, a produtividade e a eficácia “sem viés ideológico”. “Esses desafios só serão resolvidos mediante um verdadeiro pacto nacional entre a sociedade e os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, na busca de novos caminhos para um novo Brasil”, ressaltou.

O presidente fez um apelo aos parlamentares. “Aproveito este momento solene e convoco, cada um dos congressistas, para me ajudarem na missão de restaurar e de reerguer nossa pátria, libertando-a, definitivamente, do jugo da corrupção, da criminalidade, da irresponsabilidade econômica e da submissão ideológica”, discursou. “Temos, diante de nós, uma oportunidade única de reconstruir nosso país e de resgatar a esperança dos nossos compatriotas”, acrescentou.

Bolsonaro voltou a insistir na questão ideológica e reafirmou compromissos de campanha. “Vamos unir o povo, valorizar a família, respeitar as religiões e nossa tradição judaico-cristã, combater a ideologia de gênero, conservando nossos valores. O Brasil voltará a ser um país livre de amarras ideológicas.”

Já na condição de presidente empossado, Bolsonaro seguiu para o Palácio do Planalto, onde recebe a faixa presidencial de Michel Temer e faz novo pronunciamento à nação.

Da Redação com Congresso em Foco



Comentários