Aterosclerose: o prenúncio do infarto

aterosclerose-e1486064721795Aterosclerose (placa de gordura nas artérias) é uma doença inflamatória da parede da artéria. O processo de aterogênese pode começar desde idades precoces (infância) e sua velocidade de progressão varia de pessoa para pessoa, a depender principalmente de seus fatores de risco.

A placa de gordura pode evoluir de duas formas distintas: permanecer estável, com lenta progressão, chamada aterosclerose subclínica (sem sintomas) ou romper-se subitamente e dar origem a síndrome isquêmica aguda (angina ou infarto).

A pesquisa de aterosclerose subclínica pode ser feita por métodos de imagem, tais como: tomografia computadorizada de coronárias, avaliação da espessura íntima-média carotídeapela ecografia das artérias carótidas.

Atualmente a IV Diretriz Brasileira de Dislipidemia e Prevenção da Aterosclerose recomenda que a procura de aterosclerose subclínica pelo escore de cálcio ou pela avaliação da espessura íntima média carotídea (EIMC) seja feita em pacientes de risco intermediário, sob a condição de agravante de risco e podendo elevar o paciente a uma categoria de risco superior.

Por Dr. Valério Vasconcelos


DR VALERIO VASCONCELOS COLUNISTAIdealizador do Dia Estadual da Saúde do Coração Lei 8.636 de 18/08/2008. Professor de Cardiologia na Faculdade de Medicina Nova Esperança, João Pessoa – PB. Diretor do Centro de Referência em Atenção à Saúde da Universidade Federal da Paraíba (CRAS/UFPB). Médico pesquisador do Centro de Biotecnologia da UFPB. Jornalista Registro Profissional 3.520.

 

Comentários