Artigo: diante de silêncio, deputado faz apelo a senador e pede: “Volta Lira”

Todos sabem que o deputado Ricardo Barbosa (PSB) é um dos políticos mais próximos do senador Raimundo Lira (PSD). Por isso, certamente está entre os mais preocupados com a ausência a que o parlamentar se impôs nas últimas semanas. Sem frequentar a Paraíba, Lira deixou uma grande interrogação no ar. Um silêncio que preocupa a quem quer vê-lo reeleito.

Em artigo encaminhado ao Blog, Barbosa fez um apelo comovido ao senador, a quem roga que não se “aposente” da vida pública no momento em que políticos “honestos” são cada vez mais peça rara na vitrine de Brasília.

Leia abaixo a exortação de Barbosa.

Com a proximidade das eleições *são naturais e inevitáveis* as discussões sobre candidaturas e chapas. Aqui na nossa Paraíba, onde a política parece ser prioridade de vida, não podia ser diferente. Ao lado das expectativas de quem sucederá o operoso e trabalhador Ricardo Coutinho, no comando do Executivo Estadual, só se fala na “iminente” desistência da candidatura do honrado Raimundo Lira ao Senado Federal.

Desdenha-se quanto aos “motivos”, especula-se sobre as razões, e se criam fatos e factoides que atendem a todos os gostos e interesses diversos. Não conversei, recentemente, com o Senador Raimundo Lira, embora tenha obstinadamente tentado. Não sei a essência e a natureza das convicções presentes que lhe povoam a alma e os motivos que o fizeram distante da Paraíba e das lides e embates políticas, nesses últimos dias. Sei, contudo, que Lira, para além de um homem digno, honrado, empreendedor e competente, é um político absolutamente diferenciado: íntegro, trabalhador incansável, atencioso, diligente, solidário e acima de tudo, honesto. Impecavelmente honesto.

Num momento tão frágil de lideranças e de retidão de condutas na vida pública nacional, onde os escândalos de corrupção e de improbidade parecem comandar os destinos do país, a “aposentadoria” do Senador Raimundo Lira seria algo tão destrutivo para o reestabelecimento que se deseja e se busca das nossas melhores tradições políticas, quanto para as expectativas e sonhos daqueles que, como eu, ainda acreditam que a boa política é e será sempre o melhor caminho para construção de uma sociedade justa, desenvolvida e plenamente democrática.

A Paraíba vive, hoje, distinguidos momentos de prosperidade, mercê da louvável e meritória ação político-administrativa desse extraordinário gestor, Ricardo Coutinho. A permanência de RC no governo, se nos serve de alento, por um lado, por outro nos deixa resignados e tristes por saber que o combalido Senado Federal deixará de contar com a experiência, talento e honradez de um político absolutamente diferenciado como Ricardo. Não contar com ele e perder Lira seria um tombo, um revés danoso e lamentável para o reestabelecimento das melhores tradições daquela alta Casa.

A Paraíba, que ficou enlutada, recentemente, com a lamentável perda de Rômulo Gouveia, demorará, estou certo, para se recuperar do luto e da falta que fará Lira se resolver deixar a vida pública. Lira se transformou numa espécie de condão de esperança dos Prefeitos paraibanos.

Paciente, atencioso, resolutivo e operoso, abraçou a causa do municipalismo, como poucos ou nenhum outro político da nossa história recente o fez. Lira abriu as portas – antes praticamente inacessíveis – dos Ministérios e órgãos federais para os Prefeitos da nossa Paraíba, carreou e liberou recursos, milhões deles, para as ações e obras estruturantes dos municípios.

Portou-se sempre, desde a infância aos dias de hoje, nas atividades empresariais e políticas com distinguida honradez, singular retidão de caráter e inarredável compromisso com a honestidade. É insofismável e verossímil o fato de que numa época tão povoada de maus políticos, de corrupção desenfreada, de atalhos substituindo caminhos, Lira seja absolutamente inatacável sob o ponto de vista da ética e da moralidade.

A Paraíba, Senador Lira, demorou muito para reencontrar os caminhos de austeridade com prosperidade, no campo do Executivo. No Legislativo, seja ele Estadual ou Federal, a sua história, se escreve com indeléveis tintas de decência, diferenciando-se de muitos e sendo exemplo pra todos.

Não recue, Lira. Transforme as adversidades que se lhe impõem reflexões e até desânimos, em alavanca para mover os passos vindouros. Não nos deixe a todos – paraibanos que ainda creem em transformações e vislumbram com mudanças para o porvir – órfãos de esperanças e de perspectivas.

A sua saída da vida pública, nesse instante, seria aquilo que costumamos dizer de uma lacuna impreenchível, de um vazio imenso e demoradamente recuperável. Volte, Senador Lira, para o abraço e braços dos paraibanos que, como os brasileiros, estão céticos, sofridos, e ávidos por um fio de esperança que simbolize mudança e prosperidade honesta e digna. Volte, Senador do Trabalho, a Paraíba tem pressa de recuperar o tempo perdido na construção de políticas públicas e no empenho de ações transformadoras como as que aqui são feitas e produzidas por Ricardo Coutinho, e que têm contado com nossa solidária ajuda e obstinada colaboração.

Um paraibano muito ilustre sentenciou e celebrizou-se com uma frase que virou máxima de ideal e de vida: “Vem, vamos embora, que esperar não é saber; quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

VOLTA, LIRA!

Blog Heron Cid



Comentários