Airton José (o Bolinha) será sepultado no cemitério da Praia da Penha em João Pessoa

Airton, o (Bolinha) estava internado desde o dia 19 de junho no Hospital de Trauma, tratando de uma cirrose hepática e morre aos 70 anos.

O radialista Airton José da Silva, conhecido carinhosamente pelos seus admiradores como ‘Bolinha’, morreu na madrugada desta segunda-feira (9) aos 70 anos, no Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena (HTSHL), em João Pessoa. Ele estava internado desde 19 de junho, por causa de complicações relativas a uma cirrose hepática, segundo a família.

O corpo de Bolinha está sendo velado na Central de Velórios Rosa de Sarom, no bairro de Jaguaribe, na capital, o enterro acontece às 10h, da terça-feira (10), no cemitério da Praia da Penha, disse um dos seus filhos.

Ele nasceu em João Pessoa em novembro de 1947. Airton era um dos ícones da radiofonia da Paraíba, querido por todos os profissionais da imprensa e construiu amizade por onde passou. Irmão do ator Zé Dumont, que está na super série da Rede Globo – ‘Como Nascem os Fortes’.

Bolinha atuou por mais de 50 nos no rádio paraibano, sendo 47 deles dedicado a Rádio Tabajara, no comando do ‘Big Show do Bolinha’, também apresentou programas em rádios de Guarabira e Mamanguape.

Amante da comunicação, Bolinha também era um homem ligado a cultura, em Itapororoca ao lado do agente cultural Tiel Freire, criou os blocos carnavalescos ‘Segura o Aro e o Mica Gay’ – e, o  Forró do Damião.

Por Chico Soares

 



Comentários