“A Paraíba que vivemos precisa se conectar com a Paraíba que queremos”, disse Lucélio em Campina

Na presença de milhares de pessoas, Lucélio Cartaxo (PV) participou do evento “A Paraíba que Queremos”, acompanhado da médica Micheline Rodrigues (PSDB), pré-candidata a vice. Ao lado dos prefeitos Romero Rodrigues e Luciano Cartaxo, além do senador Cássio Cunha Lima e do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PSC), Lucélio destacou a força e energia que tem recebido durante a pré-campanha, que já percorreu todas as regiões do Estado.

“A Paraíba que vivemos precisa se conectar com a Paraíba que queremos. No nosso governo, as pessoas estarão em primeiro lugar. Com uma gestão que vai gerar oportunidades de emprego e renda, que vai trazer mais segurança e melhorar a qualidade de vida dos paraibanos”, comentou. Cartaxo disse também que Campina Grande vai entrar no mapa administrativo do Estado. “Quem vira as costas para Campina, vira as costas para a Paraíba”. Ele destacou ainda que “fazer as coisas sem sentimento, pode gerar cimento, mas não ajuda a construir vidas”.

Em sua fala, a pré-candidata a vice, Micheline Rodrigues, destacou as motivações que a levaram a fazer parte do projeto encabeçado por Lucélio. “Quem me conhece sabe que trabalho nunca me assustou. Estamos aqui para, junto com Lucélio, construir uma Paraíba onde todos tenham vez. Campina e outros municípios do Estado vivem sozinhos, isolados e abandonados pelo Governo. Só quem administra uma cidade sabe o quanto isso é difícil. Aceitamos esta missão e responsabilidade porque defendemos que nossa população merece mais atenção e sobretudo cuidado”, disse.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), destacou o que tem motivado sua presença na caminhada ao lado de Lucélio Cartaxo e Micheline Rodrigues. “Campina Grande está depositando sua esperança e confiança em Lucélio porque queremos um governo que consiga estender as mãos e abrir espaço para o diálogo com os municípios. Acreditamos que, ao lado de Micheline Rodrigues, Lucélio conseguirá unir João Pessoa, Campina Grande e os demais municípios da nossa Paraíba”, disse.

Já o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), defendeu que este é o momento de construir um novo modelo administrativo para a Paraíba. “Um governo que não faz uma única parceria com os municípios onde o prefeito é oposição nos dá energia para lutar por mudança. Temos a certeza que em 2019 teremos um Governo com trabalho e resultado, mas que tenha principalmente calor humano”, disse.

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) também defendeu uma gestão estadual que unifique a Paraíba. “O desejo que nos une é fazer com que a Paraíba volte a integralidade do seu tempo, que possamos ser um só povo, uma só gente, deixar para trás o atraso e a perseguição, deixar de fazer do Governo um instrumento de discriminação. Hoje, não é só Campina que está riscada para o Governo do Estado, mas tantos outros municípios paraibanos, que têm obras paralisadas e falta de investimentos somente porque seus prefeitos não concordam com o governador. A presença de Lucélio e Micheline representa a retomada dessa integração, uma Paraíba, enfim, de todos os paraibanos”.



Comentários